Úlceras varicosas



São feridas que abrem, geralmente nas pernas, não cicatrizam e podem causar grande desconforto.


São muito comuns nas pernas de pacientes com doença venosa e na presença de varizes. Até 73% das úlceras (lesões) das pernas tem origem venosa.


As úlceras varicosas são a evolução natural da doença venosa crônica.


Os sintomas são variados, podemos citar: dor, cansaço, sensação de peso nos membros inferiores, edema e coceira nas áreas onde há inflamação da pele.


As úlceras varicosas não costumam doer.


Para o diagnóstico preciso, o cirurgião vascular ou angiologista examina as pernas e pode precisar também, do exame de imagem (ultrassom doppler venoso).


O tratamento pode ser preventivo (quando a úlcera ainda não se formou) ou curativo (quando a úlcera já está presente).


A prevenção inclui evitar passar muito tempo em pé ou sentado e realizar atividade física regular e supervisionada.


O tratamento da úlcera passa pela higiene mantendo a região limpa, a compressão do membro (por exemplo: ataduras e meias elásticas) e o tratamento dos vasos varicosos subjacentes à lesão (se houver).


O tratamento das varizes pode ser feito por meio cirúrgico ou ambulatorialmente, com a técnica da espuma densa, sem precisar de repouso ou internação hospitalar.


Assim, é importante que se previna o desenvolvimento da doença venosa e quando já instalada que se impeça a evolução das varizes para a formação das úlceras.


Procure um cirurgião vascular o quanto antes para que se possa prevenir a evolução da doença venosa.


Grande abraço! Dr Ricardo Rizzo Luiz

0 visualização