top of page
Buscar
  • Foto do escritorDr Ricardo Rizzo Luiz

LIPEDEMA


O que não é

Não é obesidade.

O volume das pernas, quadril e eventualemtne dos braços não decorre do acúmulo de gordura de causa alimentar.

Muito comum que mulheres com Lipedema, em busca de se sentirem melhor consigo mesmas, busquem planos alimentares e exercícios físicos.

Contudo, por não ser uma gordura alimentar se frustram ao não atingirem seus objetivos e buscam na Cirurgia Bariátrica uma solução mágica.

Contudo, mesmo após a bariátrica mantém o volume das pernas e quadril, perdendo apenas a gosdura do tronco, e mais uma frustração!

Diagnóstico

O Diagnóstico é Clínico. Ou seja, não há um exame complementar que confirme ou descarte a doença!

Por isso, um médico especialista, neste caso, o Cirurgião Vascular bem treinado e habituado ao diagnóstico, é o profissional adequado.

Por se tratar de uma doença mais comum em mulheres (Doença ligada ao Sexo), e por apresentar uma história típica, bem como sinais clinicos, o diagnóstico é relativamente fácil.

A doença pode se manifestar em 3 etapas da vida: Ou logo após a menarca, ou após uma gestação, ou após a menopausa.

Quanto mais tarde os sintomas iniciarem, melhor pois haverá menos tempo de evolução da doença, gerando casos mais leves.

Tratamento

Infelizmente não é possível impedir o aparecimento da doença, naquelas pessoas que têm a genética definida. É uma doença hereditária, ligada ao sexo feminino e surgirá em uma das fases conhecidas. Porém, apersar de ainda não haver cura, quando diagnosticada nas fases iniciais (I e II) o controle da progressão e melhora do quadro é possível.

Contudo o acompanhamento regular com o Cirurgião Vascular, a fisioterapeuta e a nutricionista é necessário.

O tratamento se baseia em algus pilares:

  • Mudança de hábitos alimentares;

  • Atividade física regular (preferencialente as aquáticas);

  • Drenagem linfática manual e suave, regular;

  • Uso de terapias compressivas (meia, dispositivos, ataturas elásticas);

  • Eventualemente uso de flebotônicos;

  • Acompanhamento regular com o especialista;

  • Contudo, em alguns casos a Cirurgia de Lipoaspiração pode ser indicada, assim com cirurgias plásticas para remover excessos de pele e tecido.

85 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page